BLOG » Teatro

Twitter
Facebook

UM CLÁSSICO DO TEATRO ABSOLUTAMENTE ATUAL

27/04/2013 | Comentários (0) | Teatro | Por: Altamir Tojal

“O inimigo mais perigoso da verdade é a enorme e silenciosa maioria dos meus concidadãos”, Um Inimigo do Povo, de Henrik Ibsen.

É muito bom que "Um Inimigo do Povo" siga em cartaz no Rio até 29 de maio. Aproveite a oportunidade de ver esta montagem de um clássico do teatro, absolutamente atual. Vai fundo sem fechar questão, com força e beleza, ou seja, é o possível da arte.

Ibsen, 1882, dava generosamente à democracia o pão da crítica, denunciando a promiscuidade entre o público e o privado, a manipulação da opinião pública, a cegueira do capital, a boçal omissão da sociedade. Encontro feliz do texto eterno de um norueguês do Século 19 com o talento de uma trupe no Rio de Janeiro de hoje.

A obra é também uma aposta na resistência simbolizada pelo Dr. Stockmann e os que perseveram com ele.

Um Inimigo do Povo
Centro Cultural do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro
Rua Dom Manuel, 29 - Centro - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: (21) 3133-3366
Até 29 de Maio, de segunda a quarta, às 19h
Não haverá apresentação no feriado de 1º de maio

Ficha Técnica
Um Inimigo do Povo
Autor: Henrik Ibsen
Tradução: Pedro Mantiqueira (L&PM)
Direção: Sílvia Monte
Elenco: Marcello Escorel, Alexandre Mofati, Paulo Japyassú, Nedira Campos, Eduardo Rieche, Janaína Prado, Antonio Alves, Diogo Salles
Cenário e Figurino: Ronald Teixeira
Iluminação: José Henrique
Criação e Produção: Centro Cultural do Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro
Realização: Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

 

Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues, em montagem bela e arrebatadora

24/03/2013 | Comentários (0) | Teatro | Por: Altamir Tojal

Uma obra prima (Vestido de Noiva), um gênio (Nelson Rodrigues), uma montagem bela e arrebatadora (de Renato Carrera). Ótimo elenco, com destaque para Andreza Bittencourt (Alaíde), Rita Elmôr (Lúcia), José Karini (Pedro) e Patrícia Pinho (Madame Clessi). Um mergulho frenético no mundo rodrigueano, na química ingovernável da vida. Até 31/3 no Teatro Sesc Ginástico, RJ, de quinta a domingo, às 19h.

Não sobre Rouxinóis

18/06/2012 | Comentários (0) | Teatro | Por: Altamir Tojal

Teatro de tirar o fôlego

Não sobre Rouxinóis é teatro de tirar o fôlego. O jovem Tennessee Williams anuncia nesse texto a fantástica energia criativa que o levou a ser um dos maiores dramaturgos do século passado e atual sempre. Qualquer semelhança com o Brasil de hoje não é mera coincidência. Direção primorosa de João Fonseca e Vinicius Arneiro. Elenco arrebatador. Mais uma bela realização de Eduardo Rieche, como intérprete, tradutor da obra e coprodutor.

Teatro Net Rio - Sala Paulo Pontes - Copacabana / RJ
De Tennessee Williams
Tradução Eduardo Rieche
Direção João Fonseca e Viniciús Arneiro
Com Adriana Maia, Alex Nader, Alexandre Mofati, Bruno Ferrari, César Amorim, Cleiton Rasga, Éber Inácio, Eduardo Rieche, Júlia Marini, Nilvan Santos, Sérgio Ricardo Loureiro e Thelmo Fernandes.
Até 2 de julho
Quinta, sexta e sábado ás 19h, domingo às 18h e segunda às 19h.

Criados em cativeiro: corra pra ver!

11/02/2012 | Comentários (0) | Teatro | Por: Altamir Tojal

Quando o espetáculo é muito bom, o que se fala dele costuma sobrar. Mas se você ainda não assistiu e aplaudiu "Criados em Cativeiros", é preciso ser avisado: corra pra ver! A temporada do espetáculo ganhou uma pequena prorrogação. Aproveite! O texto do Nicky Silver é denso e impiedoso. Faz a gente rir da gente e do que está em volta. O cara não inventa história pra passar tempo.

A peça está no Oi Futuro Flamengo. "Criados em Cativeiro" é um dos melhores espetáculos em cartaz no Rio. A direção é de Jefferson Miranda que põe ainda mais energia na obra de Nicky Silver. O elenco tem Christiana Guinle, Alcemar Vieira, Marcio Vito, Deise Manttuano e Alonso Zerbinato, que arrasam!

Tudo nesta montagem funciona para dar mais força ao texto. A música do Nelson Cavaquinho é a cereja do bolo.

 

 

Comece mais cedo o Carnaval Carioca

08/01/2010 | Comentários (0) | Teatro | Por: Altamir Tojal

Quando o espetáculo começa, a gende se sente dentro do Carnaval Carioca e vai imaginando os prés, os blocos, as fantasias, a cerveja gelada e tudo mais. Grande e boa ideia essa de reestrear o musical Sassaricando na temporada pré-carnavalesca.

Lançado em 2007, Sassaricando volta com o mesmo alto astral, a mesma alegria, a ótima seleção de músicas, belas interpretações e ainda mais teatral e engraçado. Está agora no Teatro Carlos Gomes, a preços populares.

O musical é uma crônica da vida da "cidade maravilhosa" nas últimas décadas, contada com a interpretação bem humorada e brejeira de uma seleção de dezenas de marchinhas de carnaval, feita pelos criadores do espetáculo, Rosa Maria Araujo e Sérgio Cabral.

É um desfile de músicas gostosas e maliciosas de autoria de um super time de compositores, como Noel Rosa, Ari Barroso, Lamartine Babo, Haroldo Barbosa e João de Barro, o "Braguinha".

O elenco de cantores é formado por Eduardo Dussek, Inez Viana, Pedro Paulo Malta, Pedro Miranda, Alfredo Del-Penho e Juliana Diniz, acompanhados por uma banda de sete núsicos, também é um timaço.

Página 1 de 2  | 1 2 »

ESTE MUNDO POSSÍVEL © | Todos os direitos reservados.
Todos os textos por Altamir Tojal, exceto quando indicado.
Antes de usar algum texto, consulte o autor.